A cultura Sneaker no funk

Comportamento 2017/11/16

Não é mais novidade para ninguém que gostar de tênis é uma cultura mundial (movimento intitulado sneakerhead). O desejo por ter uma coleção grande, com modelos raros e saber contar detalhe por detalhe do tênis – além de como adquiriu, valor e situação -, já está espalhado por todo o mundo. Inclusive no universo funk. Já falamos no texto da Oakley sobre o gosto apurado do público por uma tecnologia de primeira. Isso se estende para o paladar nos Whisky e Whiskeys. Quando o assunto é tênis, o desejo do público está em modelos que apresentam sua tecnologia de forma externa e o Portal KondZilla vai te falar sobre algum deles. Confira:

mizuno

#Mizuno Wave 6
Desejado por muitos e símbolo de poder, o modelo Wave, da marca Mizuno, ficou popularmente conhecido como “Mizuno de 1000” e adivinhe só o motivo. Com o preço na casa do milhar, a compra é salgada, mas o status é o mel.

O modelo foi produzido especialmente para corridas, tem a tecnologia Wave Prophecy que te ajuda na pisada e na corrida. Pode ser usado tanto em pistas, como no ambiente urbano. Rodam na internet resenhas dizendo que a marca japonesa acertou na tecnologia a partir da 4ª geração. Mesmo que você não seja um corredor aficionado, da pra tirar muita onda portando um mizunão nos bailes.


tnis-nike-flyknit-air-max-preto-verde-e-laranja-d_nq_np_23379-mlb20246144362_022015-f

#Nike Flyknit AirMax
A Nike é uma das marcas mais conceituadas quando o assunto é esportes. Não tem pra ninguém, os caras detonam mesmo e estão presentes em quase todos os esportes que você possa imaginar: futebol, basquete, tênis, golf, e também na corrida – onde investem muitos recursos em tecnologia.

Fique atento com a marca porque um mesmo modelo pode ter diversos outros sub-modelos. Por exemplo o Airmax , que é um dos carros chefe da marca americana, mas falaremos apenas do sub-modelo Flyknit. O exemplar, lançado em 2014, veio com a proposta de (mais uma vez) revolucionar o desempenho de atletas de corrida. Sua tecnologia e genialidade encontram-se na trama do tênis, construída como se fosse um crochê. Assim, a quantidade de material usado para fazê-lo foi menor, o que o deixou mais leve e confortável. Além das cores neon, um detalhe a parte.

tenis_nike_shox_tlx_12_molas_preto_e_azul_-_ponto_do_tenis_outlet

#Nike Shox
Outra da família da Nike que já circulou muito no funk é o Nike Shox 4 (ou 12 molas). Com o lançamento da linha no começo dos anos 2000, a “Shox” sempre chamou a atenção pelo seu sistema de amortecimento que é externo, pelas cores e, claro, pelo preço. O “quatro molas”, como ficou conhecido um modelo específico da linha Shox, possui 4 colunas de amortecimento no calcanhar, normalmente em uma cor bem diferente da do resto do tênis. Isso não era regra, pois também era possível encontrar modelos numa cor só ou onde o amortecimento combinava com a cor do corpo do tênis. A vontade de possuir um par ficou ainda maior quando surgiu o Nike Shox TL, o famoso “12 molas”. O modelo – que ficou especialmente popular no Brasil – foi reinventado diversas vezes, e ainda hoje, mais de 15 anos depois de seu lançamento, se mantém no gosto do brasileiro.

d14-2662-244_zoom1

#Puma Disc
Agora estamos em 2011, enquanto o Boy do Charmes mandava o papo: “Bota o Puma Disc que hoje tem baile” uma nova moda surgiu. Esse modelo, bem conhecido nos bailes funk, é mais antigo do que você imagina. Com seus 25 anos de vida, o modelo, que já está aí na praça há mais tempo que muita gente, foi reinventado diversas vezes desde o seu surgimento nos anos 90, sempre ligado à performance dos atletas. Após os excelentes resultados em provas de corrida, a empresa alemã começou a mudar seu público. Daí em diante, atletas de basquete e esportes olímpicos, como salto em distância, começaram a usar versões do Puma Disc.

Quando foi lançando, o formato inovador teve algumas dificuldades financeiras no mercado. Alguns anos depois e algumas mudanças, o modelo Disc foi ‘descontinuado’, sendo retomado apenas 20 anos depois, no começo dos anos 2010. Desta vez mais voltado ao estilo urbano do que às pistas.

O maior diferencial do Puma Disc é o seu sistema de ajuste sem cadarços – representado pelo famoso disco na frente do tênis. Ele é considerado o mais rápido do mundo, além de ser uma característica exclusiva do modelo e chamar muita atenção.

adidas-sues-sketchers-springblade-sneakers-00

#Adidas Springblade
O Adidas SpringBlade é garantia de se destacar, não importa a cor dele. Atenção para a combinação mais famosa: laranja e preto. Aí meu amigo, não tem pra ninguém. É sucesso na certa. A linha possui diversos valores e cores, mas os mais desejados chegavam na casa do milhar. Atualmente, é possível encontrar os modelos que eram os mais caros da linha por valores muito mais baixos do que na época do lançamento – o que aí vale mais a pena.

A característica mais marcante do SpringBlade está no sistema de amortecimento e propulsão, mais especificamente no desenho dele. O sistema é composto por 16 “lâminas”, cujo desenho serviriam não apenas para amortecer o impacto, mas para projetar o pé e o corredor para frente ao invés de jogá-lo para cima. A linha continua ativa com algumas melhorias, caso do Solyce, apresentado em janeiro deste ano e trouxe uma forma de ajuste sem cadarços como inovação, além do já chamativo sistema de amortecimento.

hardshell-2_78563437_888896752223

#Oakley Hardshell
A Oakley provavelmente é a marca favorita do universo funk, tanto que nós já escrevemos sobre um dos produtos mais desejados da marca: o Juliet, modelo da família X-Metal. Como a maioria dos produtos da marca do O, esse tênis também tem material de primeira e a qualidade é mais um dos diferenciais.

O tênis foi inspirado em coturnos e outros aparatos militares, por isso sua sola tem aquele visual agressivo. Diferente dos outros sneakers desta humilde matéria, a tecnologia usada no Hardshell não é para deixar o tênis mais leve nem melhorar o desempenho na corrida. Como o nome diz (HardShell em tradução livre: concha dura), o modelo é resistente ao uso em lugares sem asfalto, com pedras e terra, adequado a esportes como trekking. Até a categoria de venda é diferente: enquanto a maioria dos tênis citados aqui são para corrida, este aqui se encontra na categoria “Outdoor”.

redley

Bônus: #Redley
Desde que o bonde da Chatuba de Mesquita anunciou que andava de Redley, a marca popular no Rio de Janeiro caiu no funk com o hino universitário. A Redley tem como característica tênis leves e resistentes, voltados ao público do surf. E como no Rio tem “futebol, cerveja, chopp gelado, muita praia e muito sol”, não seria de estranhar a marca cair no gosto do público. Agora resta saber se ela chegou aqui na capital paulista, terra dos modelos com tecnologia exposta.

 

Gostou da seleção? Deixa nos comentários o seu modelo favorito!

Leia também:

Saiba mais da família “X-Metal” da Oakley, berço dos modelos Romeo, Mars e Juliet

Com o dedo pro alto e o copo de 700 – A relação do whisky com o Funk

Autor:
Amauri Filho

Comentários