A minha primeira Copa

Esporte 2 semanas atrás

Volta e meia, a molecada da rua sai correndo depois de um barulho. Já sei que é porque jogavam futebol e a bola bateu forte no portão de algum vizinho mais velho. E mais bravo. Quem fica bravo sou eu quando vejo uma briga. Ouço os gritos, chego e separo. Volto ao sofá, de olho na janela.

Numa dessas, percebi o André quase chorando, com a bola nos braços. Mandei parar a gritaria, queria entender os motivos. Pedro, Gustavo e Samanta avisaram que amanhã não tem jogo. Aliás, até tem, mas na Rússia, não na rua. André não entendia tanta comoção por essa tal de Copa do Mundo. Os outros disseram ter ouvido que tudo vai parar, mas não tinham tanta certeza.

Prendi o cachorro, abri o portão. Pedi que sentassem no sofá e não mexessem em nada. Desci com umas caixas pesadas: álbuns de figurinhas preenchidos, tabelas completadas à mão, fotos do tetra e do penta. Disse que seria minha sétima ou oitava Copa do Mundo. Avisei que vi todas pela televisão, claro.

Precisei explicar umas coisas: ela acontece a cada quatro anos, realmente o mundo para, são 32 seleções, jogos todos os dias, já acordei de madrugada, pintei rua de verde e amarelo, comi churrasco em final. Nas minhas primeiras Copas, a gente não tirava tantas fotos, mal sabia mexer na internet, mandava cartas e não áudios pelo celular. Eles se admiraram com histórias dos grandes campeões e perdedores dessa tal de Copa do Mundo.

Contei ainda que ela me ajuda a lembrar datas: comecei a estudar no ano em que o Brasil perdeu a final para a França e me mudei para cá dias depois do 7 a 1. No penta, raspei meu cabelo pela primeira vez. Terminei meu primeiro namoro horas depois da eliminação brasileira em 2006…

André entendeu melhor porque tudo para nos jogos do Brasil e anda devagar, bem devagar, nos outros dias. Até a final. Depois, o mundo volta ao normal. Os outros perceberam que estavam certos, desde o começo da briga.

Quando foram embora, levaram caixas, tabelas, álbuns e coleções para aprenderem mais sobre o que é uma Copa. Esqueceram a bola aqui. Amanhã, a bola rola na Rússia, não na rua.

E na hora que o time da casa entrar em campo contra a Arábia Saudita ao meio-dia, não vou ouvir barulho lá fora, nem olhar pela janela.

———————————————————————————————————-

A Copa do Mundo começa nesta quinta-feira (14), com a partida entre Rússia x Arábia Saudita às 12:00. Nossa seleção estréia no domingo, dia 17 de junho. Confira as datas de jogos do Brasil na primeira fase da Copa:

Brasil x Suíça – 17/06 (domingo), às 15h
Brasil x Costa Rica – 22/06 (sexta), às 09h
Brasil x Sérvia – 27/06 (quarta), às 15h

*Leandro Marçal é escritor e ansioso. Seu olhar de cronista busca tornar grandes os pequenos detalhes do cotidiano. É autor de “De Letra: o futebol é só um detalhe“.

Comentários