O videoclipe “Deu Onda” ultrapassou 300 milhões de visualizações

Matérias 2017/08/23

Na virada do ano, podemos dizer que o mundo conheceu a música “Deu Onda“, do MC G15. Quase nove meses depois, o videoclipe segue numa crescente e passou a marca de 300 milhões de visualizações no Canal KondZilla, ficando em primeiro lugar entre os vídeos mais assistidos no canal. Confira agora no Portal KondZilla um pouco de como, em pouco mais de um semestre, o trabalho teve mais visualizações que habitantes no Brasil.

É impressionante como dia após dia os videoclipes estão quebrando recordes de números. Estamos acostumados a ver números como um milhão, dois milhões de visualizações, mas marcas como 10 milhões, 50 milhões, 100 milhões começam a ser cada mais corriqueiras. Só 300 milhões que não, essa é a primeira vez no canal. E também do MC G15, que está há pouco mais de 4 anos no mercado do funk e já garantiu um marco na sua carreira.

“Então, assim, é coisa de Deus. A felicidade é imensa! Uma felicidade total, tá ligado?!”, conta o MC, em entrevista pelo telefone. “Todo mundo comentando, eu gravando entrevista de programa de TV sobre a música, é felicidade total. Me sinto muito orgulhoso por esse trabalho ter chegado nessa marca”.

Caso você tenha se atentado a letra, já deve ter percebido que o autor passou por bons bocados para reconquistar o mozão. Mas parece que a música serviu de anúncio para o nascimento da filha do cantor, que nasce agora em setembro.

giphy

“Vou falar pra você, a frase ‘O pai te ama’, tá na música e agora vai nascer minha filha. Pra você ver como Deus é maravilhoso! Já estava falando ‘o pai te ama’. E agora minha filha vai ver esse trabalho com resultado estratosférico”.

O videoclipe foi gravado nas cidades de Santos e Peruíbe, no litoral de São Paulo, virando até tema para jornais locais. O diretor Kaique Alves, que também tem no currículo outros marcos de videoclipes, como “O Grave Bater“, do MC Kevinho, e “Chocolate“, do rapper gringo Daviskil, explica um pouco mais sobre o vídeo.

“Eu tinha acabado de virar diretor, esse foi um dos primeiros videoclipes que dirigi. O roteiro foi montado pelo cliente, e durante o clipe fui colocando minha mão. Essa marca [de 300 milhões de visualizações] vai além da nossa compreensão, é demais! São números de trabalhos internacionais”, diz o diretor.

O sucesso da música foi quase instantâneo. Em menos de um mês, a música chegou a mais de 50 milhões de visualizações. Não foi só no YouTube que a música estourou. No Spotify, plataforma digital especializada em música, “Deu Onda” chegou a ocupar posição privilegiada entre as playlists mundiais do aplicativo, sendo também a música mais tocada no app durante o réveillon no Brasil.

Mais do que apresentar o MC ao Brasil todo, agora, o cantor colhe os resultados. “A música está estourada no mundo todo. Em breve vou pros EUA e depois vou rodar o mundo todo por conta desse trabalho”. Além disso, MC G15 contou que ter um hit estourado é bom, mas gera uma responsabilidade imensa. “Primeiramente, quando chegou a 100 milhões, o que aconteceu foi que eu tive que provar pro público que eu não acertei em uma música só. Deu certo, foi hit de carnaval, beleza, mas a gente precisa dar continuidade pro trampo. E aí veio o “Cara Bacana” – que tá indo pra 100 milhões”.

“Deu Onda” realmente foi um tsunami na música brasileira em 2017, e os números tão aí para provar isso. G15 se alegra ao ver os resultados: “Ah, primeiramente quero agradecer a KondZilla e parabenizar também, porque o trabalho do videoclipe ficou muito bacana. E é por isso que a KondZilla é o que é. Quando a gente fez a parceria do clipe, nem eu, nem ninguém imaginava onde ia chegar o trabalho”.

E se você acha que a música vai servir de presente pra filha, você se enganou. “Vou esperar minha filha nascer. A emoção de ver a filha que vai criar uma música nova, tenho certeza que vai surgir uma melodia na primeira vez que eu olhar pra ela. Então eu vou esperar”. Será que teremos outro marco com o nascimento da criança? Vamos aguardar.

Acompanhe o MC G15 nas redes sociais: Facebook // Instagram.

Autor:
Redação

Comentários