Confira tudo o que rolou no Portal KondZilla em 2017

Retrospectiva 2017/12/20

2017 foi um ano de muitas novidades para KondZilla. Além de recordes e conquistas importantes, os lançamentos não ficaram só no campo dos videoclipes. Foi nesse ano – mais precisamente no mês de março – que nasceu o Portal KondZilla. Dividimos o ano em quatro partes e vamos relembrar tudo o que rolou no maior portal de conteúdo para jovem de favela!

chavosos

#1º TRIMESTRE DE 2017 (Janeiro, Fevereiro e Março)
Como dissemos anteriormente, o Portal KondZilla nasceu em março – mais precisamente no dia 23 de março. Nosso primeiro texto foi de recorde, com o MC Kevinho atingindo 10 milhões de visualizações um dia com o lançamento de “O Grave Bate”. Além disso, também batemos um papo com o MC Davi, que também é compositor dos bons, contamos a história do Ielzo Soriano, o “rei da sarrada em câmera lenta”, e encostamos na Zona Leste de São Paulo para vermos a evolução dos cortes chavosos.

Confira outras matérias do 1º trimestre:
O Fluxo do Robrú é o point em Guaianases, até em dia de semana!
Entenda mais da profissão de compositor, com a história do 2N
Se o verão de 2017 foi do Jorgin, ele avisa: tem mais por vir
MC Discolado é o primeiro escolhido do projeto #FavelaVenceu
Confira os bastidores da gravação do Carnaval do Dennis DJ

oakley_1

#2º TRIMESTRE DE 2017 (Abril, Maio e Junho)
Ainda engatinhando, o Portal KondZilla já começava a mostrar o porque é o maior portal de notícias para jovem de periferia. Começamos o segundo trimestre do ano contando a história da família “X-Metal”, da Oakley – a qual faz parte o modelo mais famosos nas quebradas do Brasil, o Juliet -, e falando também da relação entre o público funkeiro com o whisky. Você já ouviu falar no funk em 150BPM e no arrocha-funk? Esses dois assuntos foram abordados por nós. Pra fecharmos a primavera, contamos a história do MC Lan, um dos funkeiros mais populares do ano (nota: esse foi o texto mais lido da história do Portal KondZilla!).

Confira outras matérias do 2º trimestre:
O DJ Yuri Martins deu uma atenção para KondZilla
Em tempos de sarrada, o passinho de Fezinho Patatyy resiste
Demos um rolê no Helipa com o MC 2K
Tudo sobre a história do CapZilla
DJ Baphafinha é a enciclopédia do funk da Baixada Santista
Na roda gigante do funk, WM explica como chegar no topo
Seja produzindo ou cantando, Fioti faz um som que mexe com a gente

gif_malokaeromano

#3º TRIMESTRE DE 2017 (Julho, Agosto e Setembro)
Já passávamos da metade do ano, e o Portal KondZilla seguia de vento em popa. Pra aquecer os corpos no inverno, apresentamos as danças que marcaram o movimento funk e falamos sobre a novidade do momento: o passinho dos maloka, com o NGKS. Fazendo o papel de registrar as novas figuras no mundo da música, descemos até a Baixada Santista para conhecer a MC Rita, e falamos de caras consagrados, como o MC Dede, orgulho da Cidade Tiradentes. Também tiveram novidades na KondZilla Records, com artistas da casa indo pro Rock in Rio, um dos maiores eventos de música do Planeta Terra.

Confira outras matérias do 3º trimestre:
“Correr atrás do sonho e ser feliz”, a caminhada da geração milênio da quebrada
Fiz 18 anos: devo trabalhar ou estudar? Os dilemas do jovem de periferia
Neguinho do Kaxeta leva a quebrada que nasceu no nome e no coração
Sérgio Vaz fala sobre música, juventude e periferia
Descobri “Qual é o Jet” do Rodolfinho num rolê em SP
“Eu sou o criador do 150BPM”, produtor Polyvox fala sobre o ‘ritmo louco’
Rennan da Penha é cria do “ritmo louco”
Entenda a evolução do funk de Minas Gerais
As tretas envolvendo o SoundCloud
Produtor americano Baauer visita a KondZilla Records

foto-cabelo-capa

#4º TRIMESTRE DE 2017 (Outubro, Novembro e Dezembro)
O fim do ano chegou, mas nada de tirar o pé do acelerador. Se outros braços da KondZilla, como canal no YouTube, estouravam a boca do balão e mostravam seu poder além de terras brasileiras, o Portal KondZilla tratava de mapear todo o cenário daqui, como a novidade da figura do “MC-produtor”. Mostramos o quanto a mulher está presente nesse cenário dos videoclipes, tanto assistindo, como fazendo parte deles, e que a geração milênio de quebrada está trilhando sua própria caminhada. Também registramos o encontro de duas lendas da música, Mano Brown e MC Dede, além de mostrar o naipe dos cortes de cabelo na Zona Sul paulistana.

Confira outras matérias do 4º trimestre:
O Baile Funk sob a ótica das fotos analógicas
Design e funk se juntam no “Modernismo Funkeiro”
Iasmin Turbininha promove a renovação do funk carioca
O Rio Parada Funk 2017 foi um ato de resistência do funk
No universo do funk, ser compositor é coisa séria
MCs Zaac & Jerry estão de volta com música nova
A cultura sneaker no funk
MC Dede e Mano Brown se encontram para trocar uma ideia sobre música
Conexão Brasil-Angola retrata Luanda, o berço do Kuduro

 

Achou pouco? Fique ligado que ano que vem tem mais!

Acompanhe as notícias do Portal KondZilla pelo Instagram.

Autor:
Redação

Comentários