Veja a programação completa da Virada Cultural 2018

Comportamento 2 semanas atrás

Foto: Divulgação // Virada Cultural 2018

SIM! Chegou aquela época do ano em que acontece a famosa Virada Cultural de São Paulo. Neste ano, o evento acontece nos dias 19 e 20 de maio. Aquele momento pra curtir muita música, arte, conhecer vários pontos da cidade e o melhor: de graça! São várias opções, dá pra curtir um show do Rael na Rua General Osório e esticar pra uma festinha pertinho dali, na Praça da República, com vários bloquinhos que relembram o Carnaval. Ou também, a virada pode ser só mais um pretexto pra reunir a galera. O Portal KondZilla vai te passar a visão do que vai acontecer no final de semana que vem:

virada
Foto: Reprodução // Blog Visite São Paulo

Caso você ainda não saiba o que é a Virada Cultural (o que é algo bem difícil, afinal esse evento completa 13 anos em 2018), ela é um rolê em vários picos da cidade de São Paulo promovido pela prefeitura. A ideia, é ter eventos culturais na cidade toda: Itaquerão, Praça do Campo Limpo, Parque da Juventude, Centro Esportivo Tietê e Chácara do Jóquei, além do Centro e dos espaços culturais da SMC (Secretaria Municipal da Cultura) com shows, exposições, apresentações e performances gratuitas. Uma das características da Virada é ser bem eclética, atendendo todos os públicos, gostos, gêneros e números. As apresentações são divididas pelos bairros de SP. Portanto, a cultura brasileira se dissemina pela cidade cinza e dá visibilidade à artistas e movimentos, além da oportunidade de você conhecer um pouco mais os cantinhos dessa megalópole.

Esse é o vídeo da Virada Cultural do ano passado, dá uma olhadinha!

Dentre os nomes desse ano da Virada, alguns que se destacam são: Karol Conká, Gabriel Pensador, Caetano Veloso, Xuxa e Exaltassamba. Tem palcos com temas como: skate, com shows do Marcelo D2, RZO, Conecrew e Maneva, samba, com João Sabiá e Fundo de Quintal, tem também rock com Far From Alaska, Ratos de Porão até Pitty. As novas tendências estarão presentes com Heavy Baile, Iza e até um coreto com a MC Tha.

Além de todos os músicos, o evento conta com palcos de comédia stand up, com Victor Sarro e Fonzera na programação. Ou se você prefere um programa mais de boas, tem um cineminha ali no vão do MASP, com vários documentários, entre eles “Sabotage: Maestro do Canão” sobre o rapper e “Quem te Penteia” sobre as trançadeiras e cabeleireiras que atendem à domicílio nas periferias. Tem também um rolê mais família no teatro na Biblioteca Mário de Andrade – Centro, Xuxa no Vale do Anhangabaú e uma oficina de skate na Praça Campo Limpo.

Além dos palcos divididos por toda São Paulo, a Virada se estende às Casas de Cultura da Prefeitura: Ipiranga, Itaim Paulista, Itaquera, Brasilândia, Tremembé e Butantã e os Centros Culturais. Por exemplo: na Casa de Cultura do Ipiranga tem a presença de Drik Barbosa e Helião do RZO, na do Itaim Paulista, música com ProjetoNave. Já no Centro Cultural Cidade Tiradentes tem Art Popular e Rappin Hood.

Esse ano, a virada conta com mais de centenas de artistas, ou seja, tem programação pra gosto, número e localização, sem desculpas! Eu poderia passar o dia aqui descrevendo todos os eventos e ainda assim algum ainda iria passar, então, o melhor é você conferir a programação completa no site da Prefeitura de São Paulo, que tá tudo separadinho por localização e tema. Boa Virada pra nós!

Leia Mais:
Baixada comemora ‘Dia do Funk’ com música e troféus
Karol Conká revive Sabotage em “Cabeça de Nego”
O projeto “Criando Criadores” forma agentes culturais na quebrada

Comentários