Explicando em detalhes: Eleições 2018

Matérias 27/08/2018

Foto por: Reprodução // Wikimedia

O ano de 2018 é um ano de eleições gerais, onde o Brasil escolherá seu próximo presidente da República – além de governadores, senadores e deputados. Neste ano, teremos a campanha mais curta da história, os candidatos terão que correr contra o tempo para apresentar suas propostas ao Brasil. Por isso, Portal KondZilla vai te dar uma ajuda e apresentar os detalhes para exercer sua cidadania. Confira!


Sede do TSE, em Brasília – Foto: Reprodução // Wikimedia

#Quando, onde e como…
O primeiro turno das eleições gerais acontecem no dia 7 de outubro. Caso necessário, o segundo turno está marcado para 28 de outubro. Para saber onde votar, é só consultar seu título ou acessar o Portal do TSE. Para votar, você vai precisar de um documento com foto, tipo: RG, passaporte, reservista, carteira de trabalho, CNH. Lembrando que como o título de eleitor não é um documento com foto, não dá pra votar só com ele.


Você já sabe o que essa imagem significa, né?!

#Horário Eleitoral na TV e na rádio
Nesta sexta-feira, 31 de agosto, começa o horário eleitoral gratuito obrigatório, no rádio e na TV. É nessa hora que os candidatos vão entrar no meio da programação para apresentar suas propostas. Nas segundas, quartas e sextas, serão exibidas as propagandas para governador, senador e deputado estadual. Já nas terças, quintas e sábados, vão aparecer na sua telinha os candidatos à presidente e deputados estaduais. Só o domingo que ainda é reservado pro Futebol!

Cada candidato tem um tempo específico nesses programas e esse tempo é definido pelo número de deputados eleitos que a coligação tem.


Quem vai substituir Michel Temer? – Foto por: Reprodução // Wikimedia

#Quem são os candidatos à presidência?
O prazo para os candidatos se inscreverem na Justiça Eleitoral venceu no dia 15 de agosto, então quem tá inscrito, tá inscrito. Quem moscou, tá fora. Temos um total de 13 candidatos a presidente – lembrando que as candidaturas ainda podem ser impugnadas. São eles: Alvaro Dias (Podemos), Cabo Daciolo (Patriotas), Ciro Gomes (PDT), Eymael (DC), Geraldo Alckmin (PSDB), Guilherme Boulos (PSOL), Henrique Meirelles (MDB), Jair Bolsonaro (PSL), João Amoêdo (Novo), João Goulart Filho (PPL), Lula (PT), Marina Silva (Rede) e Vera Lúcia (PSTU). Para consultar os candidatos a governador, deputado estadual, deputado federal e senador, é só entrar no site do TSE e procurar sua região.


Foto: Reprodução // YouTube

#Quando rolam os debates?
As redes sociais são importantes para você acompanhar os candidatos e entender os detalhes das propostas de cada um. No entanto, os debates servem como uma espécie de “prova final” para os candidatos colocarem em prova seus argumentos e mostrar aos brasileiros o porquê merecem sentar na cadeira presidencial a partir de 2018. Até o momento, já foram realizados dois debates: um na Band e outro na Rede TV. Os próximos debates serão: dia 9 de setembro (TV Gazeta e Estadão), 18 de setembro (Poder360, piauí e Youtube), 20 de setembro (TV Aparecida), 26 de setembro (SBT, Folha e UOL), 30 de setembro (TV Record) e 4 de outubro (Rede Globo)


Senado (pra baixo) e Câmara Federal (pra cima), formando o Congresso Nacional

#Qual a diferença do presidente, pro deputado, pro senador…?
A política brasileira é dividida em três poderes: o Executivo, o Legislativo e o Judiciário. O executivo é composto pelo presidente da República, os governadores e os prefeitos. Eles têm a missão de administrar e governar o país, o estado ou a cidade, cumprindo as leis.
Eles são a turma que aplicam o que foi proposto, ou seja, eles executam (daí o nome) as demandas do povo.

O legislativo é composto pelos senadores, deputados (estaduais e federais) e vereadores. Esses caras tem a função de fiscalizar o executivo, criar leis de interesse do povo e debater sobre a mudança/alteração do que já está sendo aplicado. Eles trabalham diretamente com as leis, por isso o nome legislativo. Na hora de votar no seu senador/deputado/vereador é bom pensar que ele tem muita importância no trabalho do Executivo também. Já pensou ter um monte de deputado federal que pensam diferente do Presidente? A chance de dar ruim na hora de fazer as leis é grande…

Senadores e Deputados cumprem funções muito parecidas, tanto que as duas casas legislativas juntas formam o que a gente chama de “Congresso Nacional”. Para se ter uma noção da importância do legislativo, eles foram os “responsáveis” pelo processo de impeachment da ex-presidente Dilma Roussef. Em menor escala, os vereadores e deputados aprovam ou desaprovam projetos de lei ou a forma que o governador/prefeito poderá usar o dinheiro público. Um exemplo recente de como o legislativo municipal pode ser importante foi a aprovação do pacote de privatizações em São Paulo, aprovado pela Câmara.

Já o judiciário fica responsável por “administrar a Justiça”, fazendo-se cumprir as leis. Neste grupo a população não participa da votação para escolher os representantes. Uma pena…

 


#Eleições 2018

Neste ano de 2018, as eleições terão diversos ingredientes que prometem deixar o processo eleitoral bem acirrado. Um dos principais são as redes sociais, que prometem ser uma espécie de palanque eleitoral alternativo. Mesmo assim, o Brasil é um país onde pouco mais de metade das casas têm acesso a internet, diferente do acesso à TV, que chega a mais de 90% do território nacional. Daí, fica a pergunta: o que esperar dessas eleições?

Acompanhe a KondZilla pelas redes sociais:
Facebook // Instagram // Twitter // YouTube

Comentários